Aprenda a dançar

4 Dicas para Cativar a Plateia com sua Dança

Embora a arte da dança do ventre seja extremamente estimulante despertando curiosidades,  cativar a plateia e principalmente manter o  interesse do publico no momento da sua apresentação não é uma tarefa simples como muitos imaginam.

Quem conhece os desafios do palco sabe que não basta soltar a música e simplesmente dançar, afinal, toda arte precisa tocar o publico, despertar a atenção  encantar, motivar e aguçar os sentidos da platéia, para isso, são necessários mais que carisma, domínio técnico e coreográfico.

Para aumentar consideravelmente as chance de cativar a plateia é necessário  uma certa atenção na estrutura de sua apresentação  de maneira que se estabeleça uma conexão, uma comunicação  entre quem assiste e quem se apresenta.

Pensando nisto compartilharei aqui algumas dicas com intuito de auxilia-la na construção de performances com maior potencial no que tange a satisfação do publico presente. Veja a seguir:

1- Detectar o Tipo de Plateia.

dançar em publico

Tem os que pensam que plateia é tudo igual, mas não é! plateia de teatro é uma coisa, plateia de aniversários e confraternizações  são outras, enfim, existe uma infinidade de possibilidades e de tipos de pessoas formando a plateia.

Por esse motivo, antes de qualquer coisa, é necessário pensar em para quem se vai  dançar e seguido disso o que dançar, ou seja ter uma ideia do seu tipo de publico  é fundamental para oferecer um trabalho mais próximo de alcançar as expectativas da maioria.

Imagina você dançando um Taksin em um evento infantil, no minimo a atenção para sua performance durará somente até os primeiros 10 segundos.

Agora, imagine você neste mesmo evento em uma performance da princesa Jasmine do Alladin, ou com uma musica alegre divertida e empolgante e de quebra vestida com muito brilho? certamente suas chances de agradar serão bem maiores.

Em resumo, busque identificar as características do seu publico e até mesmo a proposta do evento e o espaço cênico que você vai trabalhar procurando assim  apresentar estilos  mais condizentes com o momento proposto.

2- Em caso de emergência, mude os planos

bellymaniacas arabian

Nem sempre é possível fazer uma identificação assertiva do publico e do espaço cênico por diversos motivos,  se esse for o caso, prepare umas duas coreografias  a mais e leve as músicas com você, se a realidade for diferente do que você imaginava faça as adaptações.

Essa semana por exemplo dancei  em um evento que tive poucas informações a respeito, e levando em consideração que era um evento chique e o publico tanto que tradicionalista que reuniria muitos casais  preparei um clássica com entrada usando véu, giros, arabesques e etc.

Para minha sorte levei duas músicas a  mais e foi o que me salvou. Mal tinha espaço para girar no próprio eixo que dirá fazer movimentos com véu  e o evento tinha aquele ar de solenidade, (tava muito chato) e ainda ficou meio tarde e o publico com maior cara de quem estava cansado e pedindo a Deus para acabar.

Foi ai que mudei os planos, coloquei uma musica festiva e alegre e sai dançando meio que espremida entre as mesas e cadeiras, mas sendo super simpática e interagindo principalmente com as mulheres, acredite até a energia do lugar mudou, muita gente levantou e dançou junto, foi uma festa!

3- Fique atenta as suas energias e vibrações.

bellymaniacas

Muitos estudiosos afirmam que uma performance artística  tem o poder de atingir o publico no nível subconsciente por meio da atitude e das vibrações subjetivas de quem demonstra a arte,  podendo esta causar efeitos tanto positivos quanto negativos na platéia.

Posso dizer que acredito firmemente nisso, e penso que  a energia interior se revela nos movimentos, na postura  e na expressividade  da bailarina exercendo forte influência na percepção de quem observa.

Nesse sentido ao entrar em contato com a platéia procure emanar boas vibrações transmitindo vitalidade e entusiasmo harmonizando-os com o estilo e ritmos apresentados.

Procure verdadeiramente conectar-se com a música, com  emoções positivas, e  não com  preocupações como o  nervoso, o medo e  a ansiedade interior que por vezes podem minar sua segurança e sua intenção em cena.

Busque  sentir-se  como deseja que seu publico  se sinta, feliz, envolvido, confiante  e interessado.

Tenha em mente que suas emoções interferem diretamente na sua expressividade e na capacidade de comunicação por meio dos gestos e movimentos.

Dessa forma procure estar focado no momento, nas pessoas que estão à frente; procure  controlar sua respiração, seus níveis de ansiedade para que estes não bloqueiem sua naturalidade.

De vez em quanto use o contato visual e o sorriso (sem exageros e nos momentos certos).  Se utilize  com inteligência do espaço cênico, de  suas habilidades expressivas e de  suas diferentes velocidades e ímpetos para envolver o publico, aguçando seus sentidos.

Aqui no Bellymaníacas  você encontra dicas sobre expressão facial na dança 

4- Invista no Visual

bellymaniacas

Não se esqueça de dar aquela caprichada no visual, assim que possível  invista em figurinos e acessórios profissionais com modelos  adequados onde se prime pela não vulgaridade e denotem toda beleza, elegância e qualidade  da sua arte.

Saiba que os figurinos  também podem transmitir mensagens, como: confiança, descontração, formalidade e profissionalismo.

Cabelos, pele e maquiagem também merecem atenção especial. Dessa maneira você vai estar demonstrando preocupação em oferecer um trabalho primoroso, além de passar uma aparência profissional bem cuidada , fato que valoriza  quem se apresenta chamando atenção do publico positivamente.

DICA EXTRA—> Faça uso de Elemento Surpresa

danca-arabe

 

Surpresas quebram a rotina cênica, reativam a atenção e a plateia adora. Nessa hora sua criatividade é que manda e você pode por exemplo, elaborar figurinos com essa função ou simplesmente convidar  duas ou mais amigas para fazer parte do show  entrando no meio da sua apresentação em diante.

Esse contexto modifica totalmente a dinâmica da performance e deixa tudo muito mais interessante. 

E você faz algo de especial para cativar a plateia? Compartilhe conosco suas dicas ai nos comentários, ficaremos felizes com sua participação.

Forte abraço e muito obrigada pela companhia aqui no seu blog de dança do ventre. Até a próxima belly aventura!

  • Alessandra Al Faied

    Esqueceu uma dica :
    Cuidado com trejeitos exagerados e fora de hora.
    Dependendo da música melhor não fazer
    .