Aprenda a dançar

5 dicas para potencializar sua Dança do Ventre

 

Você já deve saber que estender os estudos para além da sala de aula com treinos  em casa é essencial para intensificar o aprendizado, não é mesmo?

Mas, o que muita gente não sabe é que nem todo mundo faz isso, e os motivos são diversos. As vezes é falta de tempo, outras vezes por não saber o que estudar nem por onde começar.

E há também os que mesmo estudando em casa com dedicação acabam se atrapalhando no processo, ou simplesmente não veem resultado nenhum e caem na desmotivação.

Qualquer que seja o motivo uma coisa é certa quem quer potencializar sua dança reforçando seus estudos precisa de organização.

E foi por isso que separei aqui 5 dicas básicas, mas essenciais para você potencializar sua dança do ventre com maiores chances de sucesso.

Então vem comigo que aqui você vai saber mais sobre:

 

Ter uma meta é fundamental antes de iniciar qualquer tipo de estudo belly dance, afinal, é muito fácil se perder em um mundo de possibilidades de movimentos, estilos e modalidades que a dança do ventre oferece.

Então, para não correr o risco de tentar abraçar o mundo e no fim não pegar nada é melhor saber onde você quer chegar traçando suas metas. Pelo menos, foi isso que fiz e posso dizer que funcionou incrivelmente.

Meu aprendizado na Dança do Ventre melhorou consideravelmente quando passei a estipular metas.

Foi assim, que consegui  definir melhor meus  objetivos e pude perceber o quanto meus estudos e treinos se tornaram muito mais eficientes me fazendo  alcançar resultados maravilhosos.

Isso porque a meta mensal me deu um norte me ajudando a iniciar, organizar e gerenciar meus estudos tornando todo processo muito mais dinâmico e efetivo, e  agora você deve estar se perguntando:

  • Aziza como eu faço para estipular minhas metas?
  • Essa meta precisa mesmo ser mensal?

A meta pode ser estipulada de acordo com sua necessidade podendo ser semanal, diária ou quinzenal, mas eu prefiro e indico a mensal pelo fato de que você estuda e treina mais profundamente o que se propõe aumentando as chances de resultados positivos.

Além do mais alguns movimentos e combinações precisam de tempo para acontecer dependendo de cada corpo,  eu por exemplo passei 6 meses adaptando meu corpo e adquirindo força e flexibilidade para aprender a queda turca com segurança.

Assim, mediante minhas experiências acredito que um mês é o minimo para você potencializar sua dança de acordo com seus objetivos dando aquele reforço no seu aprendizado geral.

Assim, você pode começar estipulando que neste mês você vai aprimorar seus deslocamentos, ou quem sabe vai limpar seus movimentos redondos e até aprender mais combinações de sinuosos. Você pode inclusive, se desafiar e montar uma coreografia de 2 minutos de uma modalidade que nunca dançou na vida.

Enfim, são inúmeras formas de se estipular uma meta mensal,  mas é importante lembrar que essa meta deve ser baseada e elaborada com bom senso. Nada de colocar como meta algo muito complicado e quase inalcançável para não gerar angústia e ansiedade ou até mesmo atropelamento de fases importantes.

Uma boa maneira de estipular uma meta mais coerente é seguir o que sua professora está ensinando na sala de aula, pegue o que você sente mais dificuldade e dedique um mês aos estudos e treinos disto, pode ter certeza que você vai reforçar e com certeza potencializar seu aprendizado e sua dança.

 

Esse é de fato um passo importantíssimo, pois, precisamos de algo para nos basear e fundamentar com maior segurança nossos estudos. E agora que você já tem uma meta vai ficar mais fácil saber que estilo de bailarinas estudar, quais DVD’s comprar,  quais videos assistir e etc.

Então comece o quanto antes a coletar inspirações e materiais de estudos em fontes sérias de acordo com o tema que você se propôs a estudar no mês. Pode ser video aulas , músicas árabes,artigos, livros, performances de bailarinas que te agradam, workshop e etc.

Estes materiais com certeza vão te oferecer uma boa base de estudos e incentivar sua criatividade, mas pegue leve, não vá se encher de informações e materiais e depois se perder nelas. Selecione com qualidade!

E lembre-se sempre : Procure referências confiáveis principalmente  se for estudar por meio de  videos do Youtube. Se você não tem a experiência necessária para diferenciar a técnica certa da errada pode se prejudicar. (e vai por mim tem muita coisa errada rolando no meio digital)

 

É por falta de um método que funcione para o seu desenvolvimento que muita gente se perde e retarda o aprendizado, pois sai estudando e treinando de qualquer jeito sem entender o mínimo de procedimentos e técnicas.

E cá entre nós, de nada adianta ter uma meta e eleger as melhores referências do planeta se você não sabe de que forma vai estudar tudo isso, não é mesmo?

Então, você precisa de um método para te ajudar, e a boa notícia é que existe uma infinidade de métodos porém a má é que nem sempre é fácil encontrar um que responda as nossas necessidades de aprendizado.

Eu por exemplo, não aprendo bem por meio de cópia de coreografia e eu sentia muita dificuldade de compreender as coisas treinando assim porque o método que melhor funciona para mim é de estudo  técnico de movimento por movimento e sem música no primeiro momento.

Já tem outras que amam aprender por coreografia e se sentem mais motivadas assim, então, experimente diversas métodos e sinta qual funciona melhor para você. Em breve vou postar aqui no BM os que eu mais gosto ok? Fique belly ligada!

E nunca esqueça, ter um método é ESSENCIAL PARA O SEU APRENDIZADO,  e quando você encontrar um que  se adeque ao seu perfil e que ao mesmo tempo seja prazeroso e motivante sua dança será potencializada com toda certeza.

 

Estudar todos os dias POTENCIALIZA SUA DANÇA, isso é fato! O problema é que muitas bellylindas deixam de potencializar seus estudos por acreditarem que é preciso tirar no mínimo uma hora ou duas por dia para se dedicar com qualidade e reforçar as aulas regulares.

Isto realmente seria ótimo, e até mesmo,  duas vezes na semana além da aula normal já seria muito bom se não fosse o fato de que muitas de nós possuímos uma rotina diária bem corrida.

As  vezes mal dá tempo de ir para a escola de dança  uma ou duas vezes na semana sem estar na correria de faculdade, trabalho e etc. Além disso, muitas são mães, tem dupla jornada de trabalho e não vivem exclusivamente da arte belly dance de modo que possam se dedicar com mais afinco.

Mas para tudo nesta vida existe uma solução, e a solução neste caso é fragmentar seus estudos e treinos usando com eficiência o tempo disponível.

Assim, separe pelo menos 15 minutos ao longo do seu dia para a dança que você tanto ama. E nem precisa ser os 15 minutos de uma vez só, pode ser diluído no decorrer da sua rotina, como por exemplo:

  • 5 minutos   pela manhã antes de sair para o trabalho, ou então no intervalo do expediente.
  • 5 minutos  dedicados a ouvir música árabe no trânsito ou enquanto está na fila do banco
  • 5 minutos de repetição de movimentos de quadril enquanto lava a louça

Logo, todo dia dá pra inventar uma coisa diferente e se for combinando com o tema da sua meta mensal melhor ainda, e vai por mim, é bem melhor do que nada. Dia desses eu li lá no site vieplanyte.com o seguinte:

Consistência pode ser o componente mais importante do sucesso. Um pequeno passo para a frente a cada dia acrescenta-se a uma grande quantidade de quilometragem ao longo do tempo.

Eu acredito firmemente nisso, além do mais quando dedicamos ao menos 15 minutos do nosso dia a elementos que envolvem a arte belly dance estamos amplamente conectando nossos corpos e nossas mentes a arte que amamos  porque de alguma maneira se está vivenciando esse universo de uma cultura tão diferente na nossa rotina.

E assim, vamos ficando mais familiarizados e com certeza mais íntimos dessa arte.

 

Até aqui você já sabe o que quer aprender no mês,  quem vai estudar e também como estudar e agora veremos como você pode avaliar seu desempenho, afinal, você precisa saber se está atingindo sua meta, e se se seus métodos e referências estão de fato sendo eficazes.

E uma ótima maneira de avaliar nosso desempenho é ter alguém sincero e conhecedor da arte para nos corrigir e apontar nosso crescimento, mas infelizmente  nem sempre isso é possível, e nem todo mundo tem como pagar por uma avaliação profissional.

Então minha sugestão para você é: Filme os seus treinos desde o primeiro até o ultimo, e você vai se surpreender.

Assim, faça da câmera sua companheira de treinos, eu faço isso e estou muito satisfeita, inclusive teve um mês que decidi que ia aprender o shimmie com camelo invertido e filmei a minha tentativa antes de iniciar o processo de potencialização.

Filmei também etapas de treinos e etc e guardei tudo em uma pastinha com as respectivas datas e assim eu ia acompanhando meu desenvolvimento e a media em que eu assitia ia prestando atenção nas minhas falhas e onde eu precisava melhorar, além do mais a medida em que eu via que ia melhorando a motivação tomava conta de mim.

Lembro que fui as lágrimas quando no fim do mês de treino eu me filmei dançando e apliquei o tal shimmie com camelo. Eu fiquei emocionada porque  finalmente  tinha conseguido.

Bom por hoje é só, espero que estas dicas possam auxiliar como primeiros passos para a organização dos seus estudos de dança do ventre. Forte abraço e até nossa próxima belly aventura.