Danças Árabes

Bolero com Dança do Ventre uma Mistura Envolvente

Sou do tipo que ama fusões, adoro ver como diferentes modalidades de dança podem interagir em uma mesma performance, é por isso que hora ou outra me arrisco em fazer umas misturas desafiando minha linguagem corporal nos treinos.

Esse mês por exemplo,  estudei um pouco de bolero, modalidade que nunca dancei na vida e tinha pouco conhecimento a respeito, e como meio que me empolguei  resolvi compartilhar com você um pouco da minha aventura.

Precisava mostrar para alguém as performances maravilhosas e inspiradoras para estudar além de informações que talvez possam ajudar quem também, um dia resolva embarcar nessa fusão.

Então, se você tem alma aventureira como eu, continue lendo o artigo que aqui você vai aprender mais sobre:

  1. O Bolero na Música e na Dança 
  2. A Origem do Bolero
  3. O Bolero na Música Árabe
  4. Dicas para Compor sua performance  de Bolero Árabe com  Leyla Hassen

 

Bolero na Música e na Dança

O Bolero corresponde a um gênero musical com característica bem peculiar envolto em um teor romântico, por vezes lento e com elevadas nuances de sensualidade causando as mais incríveis sensações nos apreciadores do estilo.

Com tanta beleza, não é de se admirar que o gênero musical Bolero logo desse vasão a sua versão na dança, e que a dança desse ritmo fosse batizada com o mesmo nome. Hoje, o Bolero é também conhecido como uma  modalidade de dança incluso no estilo Dança de Salão.

Logo, no mundo da Dança de Salão há quem diga que bailar ao som de um bolero é se permitir uma experiência sensorial maravilhosa onde os corpos conectam-se em harmonia por melodias extremamente envolventes e sedutoras. 

Mas afinal, onde foi que toda essa mágica começou? veja adiante!

Origem do Bolero  

Sobre sua origem e nacionalidade, infelizmente não posso precisar ao certo já que existem diversas teorias, mas uma delas e a que eu mais acredito é a de  que surgiu na Espanha derivando de uma dança de origem árabe conhecida como Bolero de Algodre (Assista um performance Clicando aqui).

O Bolero de Algodre tinha na época (século X época que os Árabes dominaram a Espanha) como característica performática passos de dança serenos, emoldurados em posturas robustas e ao mesmo tempo elegantes sendo executada em trio composto por um homem e duas mulheres.

O fato é que, independente de onde se originou e como evoluiu,  Cuba e México foram os principais responsáveis por sua propagação através dos tempos, assim como, pela influência técnica nos moldes que conhecemos hoje.

E foi devido a essa propagação que o Bolero se espalhou pelo globo, sendo possível  encontrar  na época atual casais no mundo inteiro e de todas as idades se entregando a essa dança linda, e é possível também, encontrar  bolero nas fusões de casal nos espetáculos de Danças Árabes.

Olha os brasileiros Tarik e  Mahaila arrasando no vídeo abaixo:

 

Você Sabia que é Possível Encontrar o Bolero nas Músicas Árabes?

O Bolero e a Rumba dão suas caras em músicas clássicas árabes e também modernas, fundindo perfeitamente a paixão romântica latina com a versatilidade eloquente do Oriente Médio.  Como exemplo disso, temos a  Rumba Masri.

Descobri esse fato com a bailarina Leyla Hassen que me falou o seguinte:

“os árabes adotam esse gênero musical e recriam canções típicas do bolero, cantadas em árabe e criam um ritmo “rumbero” semelhante ao compas típico, chamado RUMBA MASRI (rumba egípcia), composto por 4 tempos. Um exemplo musical pode ser o tema “Ana fil Houb” – Lili Boniche.”

Nesse sentido, temos também o compositor e músico argentino Mario Kirlis que em suas criações orientais hora ou outra nos presenteia com Bolero Árabe ou Bolero Oriental (Veja aqui um vídeo exemplificando).

E foi assim que descobri que uma das melhores maneiras de executar essa fusão é buscar as músicas árabes com esse teor, mas eu confesso que de principio treinei com as músicas do tenor mexicano Luis Miguel (rs, rs, rs).

O fato é que agora  tenho um norte mais apropriado para encontrar músicas e arriscar no bolero oriental ou bolero árabe.

Dicas para Compor sua performance  de Bolero Árabe com  Leyla Hassen

Escolhi como referência para meus estudos a bailarina Leyla Hassen  pela sua personalidade forte, impactante e vibrante no Palco.

Esta bailarina incorpora uma estilo que super combina com a linguagem do bolero na minha opinião, inclusive, é ela que está ilustrando esse post na imagem do topo e mais abaixo.

A Leyla  simplesmente me encantou com sua eloquência performática e tamanha versatilidade na união do Bolero com a Dança do Ventre. (também acho ela parecida de rosto com a Ariel Khalih).

Além disso, também  adoro o trabalho com giros, os deslocamentos amplos e o magnetismo com a qual a Leyla consegue captar nossa atenção.

Em uma de minhas conversas com ela, perguntei qual o figurino ideal para dançar um bolero com dança do ventre, e  como compor uma coreografia nesse sentido e ela me respondeu o seguinte:

O guarda-roupa adequado para este estilo pode ser vestido longo ou figurino de duas peças, em ambas as ocasiões é importante fazer destaques com babados, saias largas e esvoaçante que possam conferir ao visual um caráter latino, intenso e romântico.

Seja em casal ou em solo na hora de interpretar esse gênero musical, os dançarinos são livres para compor sua coreografia sem perder de vista as influências e rumberas do estilo espanhol.

As fusões também podem ser feitas com uso de acessórios como o Fan Veil por exemplo, uma vez que o fan tem influências europeias e agrega imponência ao desempenho.

Então,foi isso que aprendi até agora sobre o bolero, espero que tenha gostado do post que fiz com muito carinho para você, lembrando que esse tema é mais profundo tentei resumir ao máximo.

Caso eu tenha esquecido algo importante ou de repente, você tenha uma informação que possa agregar ao post e me ajudar nos meus estudos é só deixar nos comentários.

Forte abraço e até a próxima Belly Aventura!!!!

Agradecimento especial a linda Leyla Hassen que contribuiu com esse post. Veja abaixo uma de suas magnificas performances:


Referências: Bailarina Leyla Hassen, Wikipédia e tierradelpan.com