Ensine a Dançar

Você avalia suas Alunas de Dança do Ventre?

Como Avaliar Alunas de Dança do Ventre

Se no método de ensino da sua escola belly dance você ainda não oferece avaliações para os seus alunos, é bom dar uma repensada.

Acredite, sem avaliação fica meio complicado tanto para quem instrui quanto para quem aprende mensurar os resultados obtidos durante determinado período de ensino.

E se eu fosse você, não deixaria de avaliar e  mensurar resultados, pois assim, você tem a oportunidade de oferecer ao aluno o entendimento claro do que  e como ele está aprendendo e se desenvolvendo.

Falo isso, devido minha experiência pessoal e conversas com alunos de diversas escolas de dança do ventre do Brasil.

Nessas conversas  ficou claro que  quando o estudante de dança do ventre  não consegue entender seu próprio desenvolvimento na arte  e nem perceber o que está aprendendo, ele se desencanta e se desmotiva facilmente.

E vai por mim, as vezes a gente está aprendendo sim, mas não enxerga isso por falta de uma orientação avaliativa na sala de aula que nos mostre de maneira palpável nossa evolução, uma vez que muitos de nós tem dificuldade de avaliar a própria dança.

Logo, a avaliação quando bem planejada e orientada pelo professor pode oferecer ao aluno feedbacks necessários para seu desenvolvimento contribuindo significativamente com o aprimoramento de suas potencialidades e motivação.

Outro ponto interessante, é que quando você mestre belly dance cria estratégias corretas de avaliação com intuito verdadeiro de contribuir com o crescimento dos seus alunos, você estreita laços.

Sim, por meio de avaliações assertivas é possível estabelecer um relacionamento mais próximo com o aluno, onde este se sinta apoiado e de fato acompanhado por seu mestre de um modo muito mais profissional e confiável.

Acrescento também que dependendo do modelo aplicado, realizar avaliações periódicas pode auxiliar e muito em turmas que possuem um quantitativo enorme de alunos o que as vezes minimiza as chances de acompanhamento individual do aprendizado.

Sabendo disso, é que resolvi compartilhar algumas dicas para ajudar você mestre belly dance na nobre missão de avaliar seus alunos de um modo divertido, eficaz e motivante. Vamos lá!

Nesse artigo você vai saber mais sobre:

 

  • Quais Os benefícios da Avaliação para você e para seus alunos?
  • Como Avaliar seus Alunos de Dança do Ventre?
  • Dicas e Download Grátis de Instrumentos de Avaliação para Professores de Dança do Ventre

 

Quais os Benefícios da Avaliação para Você e Para seus Alunos?

A avaliação é um complemento da aula e é um processo importantíssimo no aprendizado permitindo que você mestre belly dance  conheça melhor suas alunas, além de oportunizar um melhor acompanhamento do crescimento e desenvolvimento delas.

Para as alunos de dança do ventre, é uma chance maravilhosa de ser guiado de perto pelo seu mestre, sentindo que de fato recebem atenção  direcionada para suas próprias necessidades de aprendizado mesmo sendo parte de uma turma grande.

São inúmeros os benefícios para ambos e no quadro abaixo listamos mais alguns, veja:

 

Como Avaliar Seus Alunos de Dança do Ventre?

Para que nenhum benefício se perca, o ideal é que o mestre belly dance aplique a avaliação para observar, perceber e analisar o desempenho dos alunos com o objetivo  de auxilia-los  e não de reprova-los.

Esse é um ponto muito importante a se esclarecer, pois a maioria das pessoas devido a diversas experiências no quesito ensino-aprendizagem, quando ouvem a palavra avaliação, logo a liga a julgamentos destrutivo onde suas habilidades vão ser colocadas a prova.

Assim, é comum o pensamento de que a avaliação é uma prova para atestar sua capacidade, reprovando sem dó nem piedade quem não atinge um bom desempenho, o que pode causar um certo pânico nos alunos.

Portanto, na aula belly dance a coisa deve ser bem diferente, a avaliação não deve amedrontar seus alunos, nem causar ansiedades negativas ou sentimentos de reprovação.

Dessa forma, o ideal é que você consiga incorporar a avaliação na rotina de sala de aula de maneira saudável e não de forma punitiva ou crítica, e sim como uma ferramenta poderosa de evolução do aluno.

Por isso, é importante estar atento ao formato e objetivo da avaliação e uma das primeiras coisas a se fazer  nesse sentido, é estar ciente e conscientizar os alunos dos benefícios desse método e seus propósitos para em seguida aplicar suas avaliações.

 

Criando e Aplicando Métodos de Avaliação Estimulantes

Procure  adotar métodos de avaliação que além de se harmonizarem com sua didática pessoal e perfil da turma, consiga fornecer dados concretos dentro do seu objetivo de ensino.

Para isso, você precisa ser uma mestre organizado e ter seu plano de aula  sabendo assim, o que você vai ensinar, como vai ensinar e quanto tempo isso vai levar esse ensino, assim, você terá objetivos mais claros e períodos determinados para avaliações.

Além disso, você terá ideias mais diversificadas de como vai aplicar e escolher as formas de avaliação dos seus alunos. E sobre as formas de avaliação é importante destacar que não existe um modelo fechado.

Logo, existem várias formas de avaliar seus alunos, e uma das formas que considero mais eficientes em métodos de avaliação, é fazer uso de instrumentais técnicos e formatos criativos.

Usar instrumentais  permitem que você  acompanhe o desenvolvimento dos seus alunos de maneira organizada, o que aumenta a credibilidade do seu método, além de estimula-los e motiva-los  rumo ao alcance de resultados.

Nessa direção, vou sugerir nos próximos tópicos algumas ideias de instrumentais para métodos de avaliação com intuito de inspirar você em sua linda jornada avaliativa repleta de benefícios, vamos lá!

Incentive o uso do Caderno de Aula

O caderno é um instrumental interessante quando usado por professor e aluno simultaneamente, além de servir como elo de comunicação e organização do que se ensina e do que se aprende em sala de aula.

Nesse sentido, a dica é que cada aluno tenha seu caderno de aula e que a professora tenha acesso a ele para aplicar seus procedimentos didáticos, ou seja, para passar exercícios indicando o que o aluno deve treinar em casa e posteriormente avaliar orientando a evolução.

O caderno de aula também serve para anexar fichas de  avaliações individuais, orientar pesquisas, informar antecipadamente o plano de aula, eventos e etc.

Crie fichas de Acompanhamento ou Monitoração de Desempenho Individual

Para facilitar seu trabalho você também pode criar uma ficha simples e básica para servir  de acompanhamento fornecendo os principais  detalhes da sua avaliação.

O legal dessa ficha é que ela pode ser  usada como histórico de desenvolvimento do aluno e entregue a ele junto com certificado de  conclusão de aulas do ano, ou temporadas.

Acredite, fornecer um material palpável de finalização ao aluno reforça nele a sensação de fazer parte de uma escola séria e profissional que o acompanhou de verdade em sua jornada de aprendizado.

Além disso você pode ainda acrescentar o que o aluno pode estudar nas férias para voltar com tudo na próxima temporada de aulas, assim, você estimula nele o desejo de voltar.

Enfim, esse é um dos instrumentais que você pode utilizar, e não é trabalhoso, desde de que você seja uma mestre organizada e faça as coisas com capricho e carinho valorizando de coração o aprendizado de cada um dos seus alunos.

Para te dar uma forcinha na elaboração de fichas de monitoração do desempenho, deixei abaixo um modelo  para você se inspirar e se gostar baixar gratuitamente.

Caso você tenha alguma dúvida quando ao preenchimento dos campos é só deixar nos comentários aqui no blog que irei responder.

Muito obrigada belly lindas e belly lindos e até a próxima belly aventura!

 

Leave a reply