Aprenda a dançar

Como escolher uma boa Professora de Dança do Ventre?

Acredite, tem muitas pessoas que além de perder tempo amargam não só prejuízos financeiros, mas, também de saúde física e até emocional como pessoas que se intitulam  professores da arte sem possuir a capacitação necessária para exercer essa função.

Então, se você está em busca de aprender essa arte tem que saber antes de de tudo  que a Dança do Ventre é coisa séria.

Embora pareça simples a primeira vista é na verdade uma atividade dotada de complexidades, por isso, é extremamente importante se ter critérios e cuidados na hora de optar por determinada professora.

Para auxiliar você nessa “bellymissão”, separamos aqui algumas dicas para que suas aulas te levem   ao aprendizado assertivo e saudável na dança do ventre, vamos lá!

1- VERIFIQUE O GRAU DE COMPETÊNCIA TÉCNICA

bellymaniacas

O primeiro ponto a ser verificado é se a professora é realmente profissional do ramo, se possui DRT (registrado e regulamentado  na sua carteira de trabalho para esta função) ou alguma certificação legítima que comprove sua capacitação.

Somado a esse, peça o curriculum do professor, neste devem constar a quantidade de workshops e cursos que participou , com quais mestre ela estudou, o tempo que atua no mercado dentre outras coisas.

Embora estes itens não sejam garantia de um bom profissional  certamente diminuem as chances de se cair em uma cilada, uma vez que,  a professora que se aperfeiçoa continuamente e procura sempre se atualizar na área,  mostra que tem interesse e  preocupação em ofertar bons serviços.

Professores de verdade investem  em conhecimento o que  certamente amplia o domínio de várias especificidades presentes na arte da dança do ventre que vão possibilitar uma maior segurança para um aprendizado real e concreto.

2- VERIFIQUE A CAPACITAÇÃO DIDÁTICA

gfgfgfg

Se a professora possui os requisitos citados acima ela já merece uma chance pode se matricular!

No decorrer das aulas verifique se os métodos de ensino da professora de dança do ventre, avalie se eles respondem as suas expectativas , se você consegue compreender o ensino no modo grupo e individual.

Outro ponto importante é não ficar impressionada se a professora arrasa na dança, pois,  ser uma exímia bailarina não é sinônimo de excelência na questão ensinar.

Ensinar é mais que saber algo para si é saber transmitir  e isso exige elevado grau de habilidade didática e pedagógica.

A professora de dança do ventre deve ser capaz de ensinar, atender e entender aos mais diferentes jeitos de aprender, , mas nem sempre isso acontece, nesse caso fique atenta!

3-PONTOS IMPORTANTES

fgfg

-A- Faça uma aula experimental. Muitos estúdios e academias oferecem a primeira aula grátis, se não oferecem peça para ao menos  assistir, não tenha vergonha nem medo.

Vá lá e experimente veja se tem afinidade didática com a professora se a metodologia dela combina com seu modo de aprender, embora em uma única aula seja difícil identificar, você encontrará sinais que ajudarão na sua tomada de decisão.

– B- Verifique a quantidade de alunas na aula, se a turma for muito cheia, certamente a professora não terá como observar atentamente evoluções de modo individual, terá até mesmo dificuldade de visualizar e ensinar a todas  ao mesmo tempo, em média indica-se  de 10  a 14 alunas por turma, principalmente quando se trata de iniciantes.

-C-  Preste atenção na metodologia, uma boa professora sabe equilibrar o conhecimento de suas alunas entre teoria e prática, entre aula coreográfica onde ensina a dança por meio de coreografias trabalhando deslocamentos e movimentação em cena,  e aulas técnicas, onde ensina a execução correta e detalhada de cada movimento de forma a se aumentar a percepção e consciência corporal da aluna.

E mais, como existem vários tipos de metodologias e didáticas que podem levar ao mesmo resultado é complicado taxar que essa ou aquela é errada. O importante é que não falte ao menos esses pontos abaixo, se faltar, certamente você estará no prejuízo.

AULA TEÓRICA – implica em estudos de historicidade, estudo da cultura, dos ritmos, dos trajes respectivos ao que se vai apresentar,  e etc.

AULA TÉCNICA – estudo dos movimentos sem a execução da dança propriamente dita, é o momento de você conhecer como funciona e como se  executa cada movimento de forma técnica.

AULA PRÁTICA- é a aplicação coerente da teoria e técnica se utilizando de coreografias que oportunizem a ligação harmoniosa  dos movimentos com os ritmos da música árabe.

-D- Uma boa professora, é aquela que sabe identificar nem que seja um pouquinho a personalidade de suas filhas na dança, auxiliando- na busca da própria identidade, no encontro de seus estilos mais assertivos e   não tentando  fazer de suas discípulas  uma cópia dela mesma, afinal mais que técnica dança é alma, cada um imprime a sua em seus movimentos.

-E-Uma boa professora deve ter conduta ética, não incentiva a rivalidade negativa entre alunas, não é conivente nem cúmplice de fofocas e intrigas, sabe se portar e incentivar o respeito e humildade entre os membros em sala de aula , desaprovando a atitudes de alunas que por ventura não tenham comportamento ético em sala  e colocam em risco o bem estar dos demais.

-F-Uma boa professora, sempre estará atenta as sua alunas, orientando e corrigindo ao mesmo tempo que entende que esse processo é uma troca.

A boa professora precisa estar aberta as criticas e sugestões da alunas, pois por mais que esteja em posição de ensinar isso não impede de também aprender e ninguém é detentor do conhecimento absoluto. Professores que agem com humildade  respeitam e valorizam  a opinião de seus alunos.

-G-Uma boa professora, formula eventos,oportuniza workshops para sua alunas com outros profissionais. Vai buscar meios  para que suas alunas experimentem outras didáticas e as mais diversas temáticas  com bailarinas de outros lugares e regiões, pois, sabe que é importante vermos a dança do ventre a partir de outras visões e de diferentes métodos de ensino, ampliando assim a  visão artística.

-H-Uma boa professora vai atrás de apresentações em público para suas alunas , para que elas compreendam melhor  como é se apresentar no palco, seja em solo ou em grupo, pois, sabe que com esta responsabilidade a aluna desenvolve melhor as habilidade aprendidas em sala de aula.

Assim, a professora  oferece um estímulo a mais para você se esforçar no aprendizado,vencer medos e inibições além de  usar a dança  para avançar em vários campos da vida, criando um vinculo mais forte entre você e a arte belly dance.  Por isso, prefira escolas que ofereçam essa opção: APRESENTAÇÃO PARA O PÚBLICO.

Então meninas, quando encontrarem uma boa professora que está  sempre pensando na qualidade do ensino, na evolução e independência de suas alunas , SEJAM GRATAS!

Muitas gostariam de ter essa sorte, principalmente em algumas regiões do Brasil onde não se tem  opções de escolha, e a mão de obra belly dance de qualidade é escassa.

Tire o máximo de proveito quando encontrar uma boa professora, lembrando que seu comprometimento aliado a humildade e uma dose de atitude positiva e respeito com sua mestre  tem uma importância enorme para seu processo de aprendizado!

Boa sorte e até a nossa próxima belly aventura!

  • Ciana Andrade

    Post bem detalhado, muito bom mesmo. Cheguei a procurar aqui na minha cidade, mas só tinha na cidade próxima. Vi apresentação na internet mas achei tão estranha que nem fui ver de perto.

    Sei lá, acho que algo não bateu. Só observando eu vi que tinha alguma coisa errada, acho que a professora tem que ser nossa referência, se você não a admira dançando fica difícil você dançar.

    bj

    http://www.pilateandosonhos.com

    • Bem isso mesmo Ciana, beijos e obrigada por comentar

  • Luciana

    amei a dica,e acho que toda mulher que queira aprender dança do ventre deve seguir esse primeiro passo,procurar uma boa escola e acima de tudo uma boa professora,ja tenho cinco anos que danço,mesmo que por hobby,mas tive nessa trajetória muitos prejuizos e perca de tempo,mesmo pq na minha região a arte DV é muito escassa!

    • É Luciana temos algo em comum rsrsr, tbm tive muitos prejuizos sem contar o emocional, mas uma hora a gente acerta!! bjss