Danças Árabes

Dança Iraquiana- Kawleeya

Essa é uma dança que divide opiniões enquanto uns amam outros estranham, afinal, não estamos acostumados principalmente aqui no Brasil com danças árabes por assim dizer muito vigorosas.

Eu particularmente acho linda essa dança só não faço porque meu cabelo rebelde não se adéqua ao estilo. Confesseo que fico hipnotizada em ver  as bailarinas exercendo o domínio sobre suas madeixas, que lançadas ao ar entregam-se ao ritmo energizante dessa modalidade no mínimo curiosa.

E como   bem sabemos,  é importante conhecer as mais diversas danças do médio oriente então vem com a gente saber mais sobre a  Kawleeya.

Mas o que afinal é essa dança repleta de bate cabelo?

 É literalmente uma dança dos cabelos, e a evidência aqui com certeza está no véu natural da mulher. Essa dança originou-se no Iraque, se chama Kawlleya (significa CIGANO  e se referia a uma comunidade  cigana do Iraque) essa dança também  é conhecida como radah, ratha, albazekh , kawley ou raks el kawliya.

Embora tenha sido influenciado pelas danças do golfo e exiba semelhanças com a dança conhecida como Khaleegy onde os cabelos da bailarina são o destaque,   no Kawleeya   esse movimentos são bem mais intensos e vigorosos além de outras diferentes características até mesmo culturais que conferem a esta dança um vocabulário próprio  de movimentos.

Nem só de cabelo é feito uma boa Kawleeya os  shimmes de ombro, peito, quadril e de cabeça são bastante comuns , além da marcação  com os pés.

Em seus primórdios  esta dança era comumente realizada  tanto pelas pessoas  comuns, quanto por prostitutas o que causou uma má reputação para este estilo. Após um longo processo cultural e histórico  o  Kawleeya passou a ser valorizado sendo executado principalmente em eventos sociais no Oriente Médio.

De acordo com o Assala Ibrahim, um dançarino nascido e criado no Iraque, que agora ensina na Europa “Os kawiliyas (ciganos) do Iraque sempre tentam esconder a sua origem e fingir que pertencem à cidade de Bagdad para evitar a discriminação. Existe um certo esforço para denotar que os  Kawiliyas são uma parte da nossa sociedade iraquiana e eles compartilham alegria e tristeza com o povo iraquiano em suas vidas diárias. O Iraque de hoje tornou-se um lugar muito difícil para o Kawiliya para viver e praticar a sua tradição ao longo da vida de ganhar a vida através da dança e da música “.

Uma das características curiosas  deste estilo é  o eventual uso de pequenaa adagas uma em cada mão, embora exista várias lendas para explicar o uso destas adagas, a mais comum se deve ao fato de os  Ciganos nesta parte do mundo serem em sua maioria ferreiros  dedicados a fabricação de  punhais. As adagas na dança  são  para dizer “eu seguiria minha amante na vida após a morte.”

Kawleya nos Palcos do Mundo

De acordo com a bailarina internacional Laurem é bastante recente a execução desta dança nos  espetáculos de dança do ventre e “as bailarinas Russas foram as grandes responsáveis por trazer este estilo ao conhecimento do publico.

Vale ainda frisar que as performances recebem influencias destas bailarinas com vistas a adaptar para o palco, neste sentido  Kawleeya dançado por elas difere um pouco do que é feito tradicionalmente no Iraque.

Os movimentos e os figurinos foram estilizados para atender uma estética diferente. Você verá mais  mais ênfase nos movimentos muitas vezes repletos de efeitos   acrobáticos, assim como giros de pescoço mais vigorosos,além da influência da dança ocidental  nos braços e na postura”.

Ainda segundo Laurem  “de  muitas maneiras, são as ucranianas e russas é que estão popularizando esta dança. Sua versão super-Atlética de Kawleya tem capturado a imaginação da comunidade de dança em todo o mundo.

Alguns dançarinos estão estudando bastante sua interpretação e em outros casos muitas dançarinas etão indo à fonte para aprender o estilo iraquiano original.”

Trajes para a Execução do Kawleya

Neste estilo de dança do Iraque  normalmente não se mostram as   perna nem a barriga. Usa-se comumente um vestido longo  de mangas compridas justo ao corpo. O vestido  pode conter bordados  nos quadris e até mesmo na área dos ombros ou  peito para destacar shimmies. Cinturão de franjas também  podem  ser usado sobre o vestido. Abaixo alguns exemplares.

Ritmos para Execução do Kawleya

Kishba Árabe música -

É possível encontrar dentro das músicas  deste estilo  ritmos pertencentes ao   Khaleegy  como o ayoub por exemplo, de acordo com o Derbakista Bruno Braga o ritmo desta performance é Radh e o instrumento percussivo bem caracterísitco desta dança é o Kishba,também conheçido como Alkahshba…

Você tem material para contribuir com este post envie para o e-mail [email protected]? Sabe mais sobre esse estilo ou quer corrigir alguma informação? deixe nos comentários abaixo.


Observação—

Foto no topo – Pavlina Skalská